A torcida do Botafogo segue na campanha para que o marfinense Yayá Touré assine contrato com o Glorioso. A hastaga #AssinaYayá chegou a ficar em primeiro lugar como assunto mais falado do Brasil, no Twitter.

O marfinense, em contato com a diretoria do Alvinegro, pediu novos termos no contrato previamente acordado com o clube e, consequentemente, a negociação, antes em um estágio final, voltou a se arrastar. O meio-campista pediu um salário maior para o Botafogo, mas não para a atual temporada.

O valor de cerca de R$ 280 mil – que resultaria, com a exclusão de impostos, em R$ 200 mil líquidos – continua acordado, mas Yaya Touré voltou atrás e deu uma resposta a Carlos Augusto Montenegro, ex-presidente do clube e membro do Comitê Executivo de Futebol, pedindo mais dinheiro em 2021 e 2022, os anos seguintes do contrato válido por três temporadas.

O Botafogo não desiste da negociação e, por entender que a diferença entre os valores não é grande, continuará negociando com o marfinense por valores menores nos próximos dois anos. Vale ressaltar que a negociação seria sem custos, já que Yaya Touré está livre no mercado, mas o teto salarial do Botafogo é de R$ 150 mil.

Fonte: Terra