O Botafogo chega para o duelo contra o Audax Italiano, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), sem se preocupar com a principal atração do time rival, que é um dos maiores ídolos do Glorioso neste século: Loco Abreu, envolvido em polêmica no Chile, em iminente punição disciplinar e fora do jogo. Assim, não se reencontrará com a torcida que tanto o admira.

Se por um lado não haverá a oportunidade de tietagem por parte dos botafoguenses, por outro, mesmo estando em péssima fase, o veterano Loco não terá a chance de ampliar um feito respeitável: se isolar ainda mais na artilharia do Nilton Santos, para o alívio dos alvinegros (desta vez).

Em 62 jogos no Niltão (que ainda era chamado de Engenhão nos tempos do camisa 13), Loco marcou 41 gols. Em segundo, aparece Herrera, com 36, enquanto Lúcio Flávio encerra o “pódio”, somando 23 bolas na rede.

Loco Abreu está insatisfeito com as poucas oportunidades que vem recebendo da comissão técnica do Audax. No último fim de semana, em ataque de fúria, atirou uma mesa em direção aos torcedores de seu clube, que o cobravam.

VANTAGEM ALVINEGRA

Comandando por Alberto Valentim, o Botafogo joga por um empate diante dos chilenos. Na ida, no Estádio San Carlos de Apoquindo, triunfou por 2 a 1, de virada, com gols de Brenner e Rodrigo Pimpão. Portanto, até uma derrota por 1 a 0 faz com que os Alvinegros avancem para a segunda fase do torneio.

Fonte: Terra