A polêmica envolvendo pênaltis marcados e não marcados contra os times cariocas no domingo continuou repercutindo nesta segunda-feira. O zagueiro Carli seguiu reclamando na infração marcada no empate contra o Coritiba. Em entrevista coletiva, o argentino citou inclusive o polêmico lance do jogo entre Avaí e Flamengo. No duelo da Ressacada, a arbitragem voltou atrás na marcação de um pênalti a favor dos catarinenses contra os cariocas . Houve suspeita de interferência externa.

“Eu estava assistindo ao jogo do Avaí, que vamos enfrentar daqui a quatro rodadas. Vi o lance e pensei: “Por que não aconteceu a mesma coisa no meu pênalti?”. Mas é o futebol. Temos que fazer nosso trabalho e sermos julgado por isso. Os árbitros têm que ser avaliados, assim como sou avaliado pelo Jair, pela diretoria e por meus companheiros”, brincou o defensor.

Joel Carli também foi responsável pela outra penalidade em favor do Coritiba, esta, segundo o argentino incontestável. O defensor ainda marcou o gol de empate do Glorioso no Nilton Santos.

“Depois do segundo pênalti passou muita coisa pela minha cabeça. Isso é da personalidade de cada jogador. O segundo não foi pênalti, mas o juiz deu. Eu precisava ajudar o time a virar o resultado. E deu certo com meu esforço, sacrifício. Qualidade técnica no ataque não tenho muita, mas sabia que poderia ajudar o time e consegui o gol. Fiquei agradecido pelo carinho da torcida. Ela é maravilhosa comigo”, disse.

Fonte: O Dia Online