O auxiliar técnico do Goiás, Felipe Lucena, recusou a proposta do Botafogo. No último final de semana, o assistente de Maurício Barbieri recebeu convite para reeditar parceria com Eduardo Barroca, anunciado como novo treinador do clube alvinegro. Os dois trabalharam juntos em 2016, mas Lucena preferiu seguir no comando esmeraldino.

“Recebi o convite para retornar ao Botafogo, com a nova comissão técnica. Fiquei muito feliz com a escolha do Botafogo. O Barroca já merecia essa oportunidade há muito tempo. A hora dele chegou e eu fico feliz com isso. Mas eu estou fechado com o Goiás, feliz no clube. Acredito no projeto, na grandeza do clube. Não tenho motivos hoje para deixar o Goiás e aceitar um outro convite”, disse Lucena à Sagres 730.

A parceria entre Barroca e Lucena garantiu boas conquistas ao Botafogo entre 2016 e 2017, quando o clube levantou os títulos do Campeonato Carioca e Campeonato Brasileiro sub-20.

No ano passado, Barroca se transferiu para a Corinthians, enquanto Lucena assumiu o time sub-17 e depois o sub-20 até aceitar o convite para ser o auxiliar de Maurício Barbieri no Goiás para a temporada 2019.

Após a partida contra o Atlético, derrota por 3 a 0, a diretoria esmeraldina cogitou a demissão do técnico Maurício Barbieri. Porém, em reunião na segunda-feira à noite, a cúpula do Goiás optou pela permanência do treinador pelo menos até a segunda partida final do Goianão, no próximo domingo, às 16 horas, no estádio Olímpico.

Fonte: Sagres Online