A derrota do Botafogo por 3 a 2 para o Internacional no Beira-Rio não foi bem digerida pelo técnico Eduardo Barroca. Em sua coletiva após a partida, o treinador evitou entrar em polêmicas, mas criticou a conduta do árbitro de vídeo, que anulou um gol de Alex Santana no segundo tempo.

“Vou preferir não falar sobre esse assunto porque ainda não vi os lances com toda riqueza de detalhes. Tenho minha percepção na beira do campo, não se teve infração ou não, mas é sobre a conduta. A gente vai sempre questionar a conduta do VAR. Tenho uma opinião sobre isso, mas como não costumo comentar sobre o assunto, prefiro olhar com maior profundidade e falar com os meus jogadores”, declarou o treinador.

Em sua análise sobre a partida, Barroca elogiou a atuação de sua equipe, ressaltando o número de finalizações – foram 17 durante o jogo. A falta de eficiência, para o treinador, foi a principal causa do resultado adverso.

“O Botafogo fez uma partida briosa, buscou o jogo o tempo todo, colocou uma bola na trave no primeiro tempo, teve um gol anulado… A gente buscou o resultado até o fim, finalizou 17 vezes, mas não foi suficiente para vencer. Erramos, e quando se erra contra uma equipe contra o Internacional, você paga um preço. A gente paga esse preço e temos que tirar lições porque o Campeonato Brasileiro é assim. Quando você erra contra equipes mais fortes acontece o que aconteceu hoje”, pontuou.

Fonte: UOL