A categoria de base do Glorioso segue alcançando ótimos resultados dentro dos gramados. Durante esse ano as equipes alvinegras chegaram as fases decisivas em praticamente todos campeonatos disputados e para que esse alto desempenho seja conquistado é necessário bastante trabalho e dedicação também fora das quatro linhas.

Sob a gerência de Manoel Renha e Eduardo Freeland, a base alvinegra que já possuía um trabalho de excelência no âmbito metodológico, assumiu uma parceria enriquecedora com a Universidade do Futebol, algo que irá potencializar o trabalho dos profissionais do clube.

– A Universidade do Futebol sempre participou das reflexões sobre futebol com publicações e muitos conteúdos referentes ao futebol. Liderada pelo respeitado Prof. João Paulo Medina, que há anos propõe atualização metodológica em todos os níveis do nosso futebol, a UdoF aceitou o desafio de participar desse processo no Botafogo FR acreditando que já estamos com um processo de formação muito bem estruturado. Após alguns encontros fechamos essa parceria. – contou Eduardo Freeland.

Com o cargo de nova coordenadora metodológica alvinegra, a Universidade do Futebol desenvolve a Educação Corporativa, que engloba um curso online com conteúdos interessantes, tudo de acordo com a exigência do Botafogo.

– Acho que essa parceria vai sedimentar e organizar um trabalho iniciado há dois anos atrás. Estamos focados agora na revisão de tudo que foi implementado. Então, eles vão contribuir diretamente nesse processo reflexivo e prático. Revisão do nosso documento orientador metodológico e de todos os instrumentos de controle que possuímos, além de colaborar na elaboração de um software com a cara da metodologia proposta. – explicou o gerente.

Além disso, atividades/reuniões com o objetivo de integrar e desenvolver o crescimento dos profissionais são promovidas, fazendo assim com que o clube possua um material humano bem treinado e com uma linha metodológica alinhada a ser seguida na formação dos jovens atletas. Nas últimas duas semanas uma atividade fez com que as comissões técnicas de cada categoria estudassem e apresentassem os departamento (Jurídico, Nutrição, Psicologia, Serviço Social, etc.) da base alvinegra. No fim das apresentações, todos os funcionários se reuniam para discutir os pontos abordados, refletir sobre o que é feito e sugerir possíveis soluções de melhorias.

– A nossa abordagem metodológica tem como essência a visão sistêmica, ou seja, observar e atuar no todo. Uma reflexão que sempre nos fazemos internamente é: “Porque estamos aqui? O que me motiva e qual o meu propósito aqui no Botafogo FR?”. Todos da equipe já entenderam que temos um propósito que é formar os atletas, pois o clube aposta na formação. O atleta é o mais importante, então para que possamos dar a eles o melhor, primeiro temos que estar preparados para isso, quanto mais capacitados estivermos mais qualidade terá nosso trabalho e nossas intervenções junto aos atletas. – disse Freeland.

Ainda de acordo com o Gerente Geral da base do Glorioso, além disso tudo que já vem sendo feito. As idéias para o ano que vem já estão sendo discutidas e elaboradas. Uma delas pode ser a grande conquista no processo metodológico de formação.

– O próximo desafio que já está em fase de elaboração será a inserção dos atletas na construção do modelo metodológico e em todos os processos aos quais eles são submetidos. Vamos tentar trazer esses jovens para terem um entendimento de cada etapa de formação para que sejam sujeitos ativos desse processo. – pontuou.

Com toda a certeza, o trabalho de base alvinegra segue em constante evolução. Os resultados em campo só refletem o que vem sendo feito fora dele. Isso é apenas o começo de uma base ainda mais forte!

Fonte: Site oficial do Botafogo