O Botafogo saiu vitorioso nos três últimos jogos do NBB, no Oscar Zelaya, e subiu para a 5ª posição na tabela. Para aumentar a série positiva, o time sai do Rio para enfrentar o Brasília nesta quarta, às 21h, na ASCEB, e o Basquete Cearense na sexta-feira, às 19h, no Centro de Formação Olímpica. Os ingressos para o jogo na capital podem ser adquiridos online e as partidas serão transmitidas pelo Facebook.

Destaque alvinegro no NBB 10, com direito a participação no Jogo das Estrelas, Guga voltou a mostrar um basquete seguro e foi importante nas três vitórias do Glorioso. Foram sete pontos contra o Paulistano e nove contra o Mogi. No duelo diante do Corinthians, o armador esteve em quadra por 25 minutos (maior da temporada), contribuiu com nove pontos e cinco assistências. Paciente, Guga, que vai reencontrando seu alto desempenho, falou sobre o momento, as projeções e a confiança do técnico Léo Figueiró.

CORINTHIANS

– Nosso grupo conversou muito durante a semana passada, sabia da dificuldade do jogo, entrou firme e se manteve. Tivemos alguns momentos de baixa, mas não nos desesperamos e conseguimos controlar. Foi uma grande vitória, que fechou nossa sequência 100% dentro de casa e mostrou nossa força mais uma vez.

TEMPO DE QUADRA

– Estou muito feliz, trabalho bastante para ter essas chances e quero aproveitar. O Léo, a comissão, os companheiros, a torcida, sinto todos confiando no meu trabalho e isso dá forças para soltar meu jogo cada vez mais. Gosto desses momentos e sinto que estou preparado. Nessas horas que amadurecemos e nos firmamos como jogadores.

COMPARAÇÃO COM O NBB 10

– Não é mais fácil, mas a equipe é muito mais confiante. Todo mundo dá força um pro outro, a responsabilidade não fica no ombro de um só. Quando ela cai sobre alguém que não seja tão acostumado a comandar dentro da quadra, o grupo todo ajuda e as coisas ficam mais fáceis de serem resolvidas. Isso transmite a confiança que precisamos.

PONTUAÇÃO DO TIME TODO

– Muito importante, com certeza faz a equipe adversária entrar numa série de dúvidas na marcação. Ver todo mundo preparado para pontuar, querendo o arremesso, confiante, fatalmente deixa seu oponente em dúvida e, com a leitura certa, criamos situações mais favoráveis pra um ou outro do nosso time.

BRASÍLIA E BASQUETE CEARENSE

– Nosso time está confiante e determinado. Já mostramos que temos qualidade para vencer qualquer adversário, mas a entrega precisa ser a mesma sempre. Podemos ter certeza que Brasília e Basquete Cearense vão entrar com intensidade, as torcidas vão empurrar e passaremos por dificuldades para vencer esses jogos. O NBB é feito de grandes batalhas toda semana e estamos preparados para isso.

JUVENTUDE

– Ajuda bastante fisicamente. Até os mais velhos, que são o Jamaal e o Murilo, correm como garotos e mostram que estão na pegada. No jogo, o Léo faz as trocas e a nossa defesa continua firme, agressiva. Seguir o sistema e movimentar no ataque, faz com que a gente não concentre muito o jogo na mão de alguém e, consequentemente, canse menos. Todos os fatores cooperam para nossa intensidade ser alta até o final!

Fonte: Site oficial do Botafogo