Foi simples.

Sem inventar e mantendo o esquema que classificou o time para a Libertadores, o Botafogo deu um passo gigantesco para jogar as quartas de final da competição.

Jair Ventura foi cauteloso e inteligente. Não mudou a maneira do Botafogo jogar mesmo barrando Camilo e escalando João Paulo mais adiantado.

3 volantes de marcação com Bruno Silva liberado e Matheus Fernandes, que virou titular, e Rodrigo Lindoso dando proteção aos laterais e a zaga.

Gatito não fez nenhuma defesa difícil na partida.

Seria um exagero dizer que o goleiro foi simples espectador, mas que ele não trabalhou é fato.

Assim, equilibrado, o Botafogo ganhou por 1 a o do Nacional.

É precipitado, ainda mais tratado-se de Botafogo, afirmar que o time vai se classificar.

O Nacional tem tradição e camisa.

De qualquer forma a vaga está nas mãos do Botafogo.

Fonte: Blog do Bruno Voloch - Gazeta Esportiva