Carlos Augusto Montenegro não atendeu aos telefonemas deste blog durante toda a manhã de quinta-feira. A promessa anunciada na terça-feira (5) de que o ex-presidente quitaria os débitos com o elenco ainda não se cumpriu. Desde terça-feira, já houve a queda do vice-presidente de futebol, Gustavo Noronha. Na semana passada, a diretoria tentou um adiantamento de R$ 7 milhões dando como garantia a premiação do Brasileiro. Não conseguiu levantar o dinheiro.

A promessa era pagar os salários antes de entrar em campo contra o Flamengo, no clássico desta quinta-feira à noite. Pela manhã, um dos funcionários do departamento financeiro disse que ainda era muito cedo para saber se haveria o pagamento durante a quinta-feira.

Cedo? Hoje é 7 de novembro e a tentativa é pagar metade dos vencimentos de agosto, os salários de setembro e outubro.

Por enquanto, a promessa não foi cumprida.

Fonte: Blog do PVC - UOL