Blog: ‘Botafogo foi copeiro. Igor Rabello parecia disputar a Libertadores há anos’

Compartilhe:

Após a derrota para o Barcelona escrevi neste mesmo espaço que toda campanha tem um jogo em que nada dá certo, mas que o Botafogo faria bonito na Copa Libertadores. E está fazendo. A vitória de 1 a 0 na noite de quinta-feira eliminou de uma só vez o atual campeão e também um Estudiantes acostumado ao torneio. De quebra, garantiu o Glorioso nas oitavas de final. Um passo muito importante, principalmente porque muita gente tida como boa vai ter que acompanhar essa fase pela televisão.

O Botafogo foi copeiro. Jair Ventura mais uma vez mostrou que tem o time na mão e que realmente bebeu de fontes muito boas. Motivou como Joel Santana, reinventou alguns jogadores dentro da partida como Oswaldo de Oliveira e mexeu de maneira cirúrgica no time. Quem entra ganha confiança e para isso basta ver o jogo que esse Igor Rabello fez. Parecia disputar a Copa Libertadores há anos.

Outro que fez uma partida impecável foi João Paulo. O volante não perdeu uma dividida, tomou conta da chamada cabeça de área e ainda conseguiu fazer o jogo fluir na troca de passes. O mais lúcido de um meio-de-campo que viu Camilo fazer seu melhor jogo fisicamente falando. O camisa 10 não caiu de produção e nem se arrastou em campo enquanto esteve no gramado. Algo raro no segundo tempo dos jogos da atual temporada.

Pensando na segunda fase o Botafogo, porém, precisa de alguns ajustes. Bruno Silva tem que recolocar a cabeça no lugar e saber que tem mais bola do que capacidade de bater. Parece mais preocupado em levantar o cotovelo quando sobe do que em dar passes corretos. O que está acontecendo? Com todo respeito ao Roger, o Glorioso precisa de um centroavante mais qualificado. O atual camisa 9 é uma boa opção para entrar no abafa, quando o time está jogando o tempo todo no ataque. Para o estilo atual de jogo implementado por Jair Ventura, é preciso um centroavante de maior capacidade técnica.

Outra questão a ser resolvida rapidamente é a lateral direita, pois o Botafogo ainda é um time torto, que joga apenas por uma lateral. Os improvisos têm sido eficientes no setor defensivo, mas deixam a equipe sem força ofensiva pelo lado direito. Que Luis Ricardo esteja apto para as oitavas.

Enfim, o Botafogo mostrou um futebol copeiro e envolvente, controlou o jogo e deixou aos seus torcedores o cheirinho, esse sem enganação, de que pode ir muito longe ainda. Que os deuses da bola ajudem esse time.

Fonte: Blog do Mansell - Lancenet!

Comentários