BAHIA 3 x 3 BOTAFOGO.

Há mais a festejar do que a lamentar no empate em Salvador.

Afinal, o time entendeu a proposta de Alberto Valentim.

Adiantou a marcação, bloqueou o adversário, e talvez pudesse volta mesmo com os três pontos se não tivesse perdido Aguirre no final do primeiro tempo.

Mas as atuações de Leo Valência e Kieza renovaram as expectativas do encaixe ofensivo.

O time não tem grandes opções, mas quando se organiza, com a aplicação tática e superação, surpreende.

É difícil aceitar que uma vitória escape nos acréscimos, principalmente no caso do Botafogo, que vai ficando mais uma vez longe da disputa do título.

A vitória em casa sobre o Atlético-PR, antes da parada para a Copa, é fundamental para que se evite desgaste maiores.

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online