FLUMINENSE 0 x 1 BOTAFOGO

Com mais posse de bola, o time de Abel Braga poderia ter tido mais sorte em seu terceiro clássico no Brasileiro.

Mas sentiu a falta de Henrique Dourado, seu artilheiro e melhor referência no quesito conclusão a gol _ errou nove das onze que visou à baliza.

E o histórico mostra que não se deve falhar assim quando o oponente é o Botafogo de Jair Ventura.

O time é bem armado, joga posicionado e sabe exatamente os passos que o levam ao gol adversário _ não importa muito a formação que vá a campo.

Matheus Fernandes, Lindoso e João Paulo levaram meia hora para achar o melhor posicionamento até encaixar e empurrar o tripé Orijuela, Wendel e Scarpa.

Foi quando os alvinegros, “puxados” por Marcus Vinícius, passaram a ameaçar os tricolores, até que Roger fizesse o gol único do jogo.

Depois foi só conter o ímpeto adversário. O resultado deu ao Botafogo o melhor rendimento nos clássicos cariocas – duas vitórias e um empate.

E deixou o Fluminense com a pecha de pior do Rio nos confrontos diretos – duas derrotas e um empate.

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online