E não é que Zé Ricardo aceitou?

Admito que tinha lá minhas duvidas se o ex-técnico do Flamengo e do Vasco aceitaria o convite para assumir o Botafogo.

O momento do clube sugeria um profissional mais experiente, rodado, com currículo e capaz de detectar com rapidez aqueles que remam contra no elenco.

Zé Ricardo não tem esse perfil, o que não significa que possa dar certo.

Ficou claro no jogo contra o Santos que os jogadores derrubaram Paquetá. Apesar das evidentes deficiências técnicas, o time correu bem mais, mostrou empenho e não dá para dizer que o Botafogo não tenha lutado os 90 minutos.

O ponto conquistado deve ser muito comemorado. Qualquer ponto pode fazer diferença na frente. Sorte do Botafogo é que encontrou pela frente um adversário como o Santos pela frente.

Mas é bom Zé Ricardo saber onde está pisando.

Se o elenco agiu contra Paquetá mostra que está longe de ser confiável. Literalmente falando.

Tomara que Zé Ricardo tenha a mesma coragem que o fez dizer sim ao Botafogo no dia a dia. Caras como Lindoso, Leo Valencia, Pimpão, Aguirre e Gilson não poderiam nem passar na porta do clube.

Fonte: Blog do Bruno Voloch - Gazeta Esportiva