FLAMENGO 2 x 2 BOTAFOGO.

Quanto maior for a expectativa, maior poderá ser a frustração.

Por isso, compreende-se a razão de o torcedor do Flamengo estar decepcionado com o time.

É até possível enxergar evolução nos últimos jogos, mas a presença de Muricy só será notada com mais treinos.

Insisto: não será no avião, no hotel ou no banco que o desempenjo será afinado.

E não é a toa que o problema maior esteja entre meio e defesa, setores mais mexidos.

No sábado, com Allan Patrick ao lado de Ederson a produção coletiva melhorou, mas falhas individuais minaram o time.

E o Botafogo de Ricardo Gomes, tecnicamente inferior, soube tirar proveito.

Jogou com as poucas armas que dispunha: pressão na saída de bola e cobranças de faltas e escanteios.

O time precisa evoluir, mas a juventude, antes vista como deficiência, hoje apresenta-se como o diferencial alvinegro.

E como a expectativa com relação ao sucesso do time era baixa, o desempenho pode ser considerado bom.

Em cinco clássicos, empatou três, venceu um e perdeu outro.

A vaga na fase final parece encaminhada…

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online