Qualquer um pode ficar surpreso com a saída do técnico Oswaldo Oliveira do Botafogo, menos o fiel seguidor deste espaço.

Não sei se já um acerto formal com o Santos, assim como também não sei se há nesta discussão entre as partes interessadas uma cláusula condicional que veicule sua transferência a uma possível classificação do time que Oswaldo dirige hoje à Copa Libertadores de 2014.

O que eu sei, e já noticiei aqui, é que o técnico Maurício Assunção já tem o nome do futuro treinador do clube.

E ele se chama Eduardo Húngaro, atual auxiliar-técnico dos profissionais, que acumula também o cargo de treinador dos juniores.

Húngaro levou a geração de Andrey, Dórea, Vitinho, Gabirel e Cidinho ao título estadual de juniores em 2011, depois de onze anos de jejum, e há duas semanas sagrou-se campeão do Torneio OPG, com outra geração, batendo o Flamengo na Gávea, em disputa de pênaltis (8 a 7).

Húngaro é amigo particular do presidente do clube, apaixonado como ele pelo futebol de praia.

Maurício sonha em ter no comando do time principal um profissional formado em General Severiano e Húngaro já auxilia Oswaldo com o intuito de ser este homem.

O recente êxito do Flamengo com Jayme de Almeida reforçou o desejo.

Há alguns meses, o atual técnico alvinegro chegou a manifestar o desconforto a pessoas próximas, mas seguiu administrou o desconforto.

Não sei exatamente se isso tem algo a ver com a queda do time após a derrota para o Cruzeiro (16 pontos em 16 jogos), mas o silêncio do presidente alvinegro em torno da iminente saída de Oswaldo fala mais alto…

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online