A fase de grupos da Libertadores chegou ao fim. Os 16 clubes ainda vivos na disputa do título continental têm agora pouco mais de um mês de descanso até o início dos mata-matas decisivos da competição, em 4 de julho.

É hora de ir às compras e também de tentar assegurar a permanência dos principais jogadores do seu elenco para o segundo semestre.

O “Blog do Rafael Reis” selecionou cinco destaques da fase de grupos da Libertadores que cairiam como uma luva em boa parte dos clubes brasileiros e que seriam reforços muito bem-vindos para o futebol pentacampeão mundial.

DIEGO POLENTA
Zagueiro
Uruguaio
23 anos
Nacional (URU)

Se o Nacional conseguiu avançar de fase na Libertadores, a culpa é de sua defesa, vazada apenas três vezes em seis jogos. E o principal nome do sistema defensivo uruguaio é Diego Polenta. Jogador de destaque nas seleções de base, o zagueiro passou pelo futebol italiano (Bari e Genoa) e está há tempos na mira de clubes brasileiros. Flamengo, Corinthians, Grêmio e Inter já tentaram sua contratação. Os argentinos Boca Juniors e River Plate também estão na lista de interessados.

ALEJANDRO CHUMACERO
Meia
Boliviano
26 anos
The Strongest (BOL)

O artilheiro da Libertadores não é um atacante, mas sim um meia que já andou até jogando como volante. Chumacero, autor de oito gols na competição, é o coração, o cérebro e a alma do The Strongest, segundo colocado do Grupo 2, e divide com a altitude de La Paz os louros por ter classificado o clube boliviano para a reta final do torneio. O camisa 3 já teve uma passagem pelo Brasil, mas não conseguiu emplacar no Sport.

LAUTARO ACOSTA
Meia-atacante
Argentino
29 anos
Lanús (ARG)

Quem marca os gols do Lanús é o veterano José Sand, de 36 anos. Mas o principal nome do líder do Grupo 7 da Libertadores não é o centroavante. Lautaro Acosta é rápido, habilidoso e carrega a experiência de ter atuado no Sevilla, além de convocações para a seleção argentina. É um nome que aumentaria a qualidade dos principais clubes brasileiros e totalmente dentro da realidade financeira deles.

JONATAN ÁLVEZ
Atacante
Uruguaio
28 anos
Barcelona (EQU)

Talvez a maior surpresa da fase de grupos da Libertadores, o Barcelona de Guayaquil conseguiu se classificar em uma chave que tinha um clube brasileiro (Botafogo), outro argentino (Estudiantes) e o atual campeão (Atlético Nacional). E boa parte da responsabilidade pelo feito cabe ao centroavante uruguaio que quase trocou o Barcelona pelo Necaxa no fim do ano passado e já atuou em Portugal (Vitória de Guimarães)

ALEJANDRO SILVA
Lateral direito
Uruguaio
27 anos
Lanús (ARG)

Lateral direito de origem, também pode atuar aberto na linha do meio-campo. E é exatamente nessa função que ele tem se destacado com a camisa do Lanús nesta Libertadores. Ex-jogador de Peñarol e Olimpia (PAR), Silva é um dos bons nomes da equipe argentina e, junto com Acosta, faz o papel de municiar Sand. Para completar: fez um golaço contra o Nacional, na última rodada da fase de grupos.

Fonte: Blog do Rafael Reis - UOL