BOTAFOGO 2 x 0 VITÓRIA.

Os primeiros 25 minutos decidiram a partida disputada no Engenhão.

É verdade que os gols alvinegros nasceram de duas falhas individuais do Vitória.

Mas a pressão com Gilberto, Arão, Carleto, Elvis, Daniel Carvalho e Rodrigo Pimpão deu ao Botafogo um volume de jogo que impressionou até o adversário.

O padrão caiu no segundo tempo, mas ainda assim o time de René Simões teve chances de ampliar.

Atuação segura.

O time bom e barato de René Simões amadurece individual e coletivamente e nem parece representar um Botafogo rebaixado em 2014.

Joga com alma e tem um bom plano tático para a recuperação institucional da camisa que veste.

Com o futebol que tem produzido, se estivesse na Série A, disputaria o meio da tabela.

O futebol é cheio de surpresas e os clubes, como no mundo corporativo, sofrem com os impactos externos.

Resta então torcer para que a diretoria do Botafogo continue dando condições para o constante aperfeiçoamento do seu departamento de futebol.

Afinal de contas, já aprendemos que a bola não entra por um acaso…

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online