Não há muito mais o que falar sobre o papelão que o Botafogo tem feito no Carioca. Mas, por ser um clássico, esperava uma atuação um pouquinho melhor neste domingo. Ledo engano. A exibição foi tão ruim quanto as anteriores, apesar do horário, gramado e – em tese – motivação serem bem superiores.  Alguma coisa está errada em General Severiano.

Com todo o respeito, o Flamengo não tem um elenco melhor do que o Botafogo – no mínimo, são iguais -, muito menos um time reserva que justifique uma campanha tão superior. Pois é, o desempenho do rival desmente qualquer explicação para o fiasco alvinegro.

O resultado da queda no Estadual é que, a partir de agora, fazer uma boa campanha na Libertadores se tornou “obrigação”. Cada jogo na competição sul-americana terá um peso ainda maior. Ou seja, o clube trouxe mais pressão para si.

Discordo do técnico Eduardo Hungaro, que afirmou na coletiva após o clássico que o futuro dirá se foi bom ou não ser eliminado precocemente no Carioca. Para um clube como o Botafogo, as derrotas jamais podem ser bem-vindas.

Fonte: Blog Ninguém Cala - Lancenet!