Botafogo e Fluminense têm agora um reforço e tanto para a recuperação de seus times no Brasileiro.

Um campo para jogar sem a necessidade deixar o estado.

Ainda que não tenham o “padrão Fifa”, o estádio da Lusa e o de Édson Passos darão aos times mais amparo na disputa do returno.

O calendário se aperta entre agosto e outubro e não ter o mando de campo os deixaria em desvantagem.

Cabe agora aos torcedores tirar proveito, jogar junto e evitar o pior…

BOTAFOGO 3 x 3 FLAMENGO.

Culpar Zé Ricardo pelos gols de empate do Botafogo sofridos após o Flamengo estar vencendo o clássico por 3 a 1 é tão cruel quanto creditar o revés à entrada de Canteros e Cuellar, lançados antes da reação alvinegra.

Ainda mais num jogo equilibrado onde o time de Ricardo Gomes parecia mais bem distribuído até os rivais acharem o terceiro gol em falhas individuais de seus zagueiros.

Este Botafogo é competitivo, o que ameniza a baixa qualidade.

E o Flamengo, com tantas peças a serem vistas, irá oscilar até que o técnico tenha seus “14” titulares.

O técnico rubro-negro exagerou, de fato, ao pensar em defender a vantagem com Márcio Araújo, Cuellar e Canteros.

Mas a melhora do Botafogo com a entrada de Neílton e Salgueiro, mesmo antes das alterações de Zé Ricardo, já apontavam a possível reação. Sigo a apostar na evolução rubro-negra, na permanência dos alvinegros na Série A e no bom senso…

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online