ATLÉTICO-MG 1 x 0 BOTAFOGO.

A nona colocação, num ano de conquista do título Estadual, garantiu a vaga na Sul-Americana pelo terceiro ano consecutivo.

Não é motivo para comemoração, claro.

Mas terminar uma competição tão difícil como o Brasileiro entre os dez primeiros tendo um elenco tão limitado, é, sim, um feito e tanto.

O problema é que ao longo dos últimos anos, o Botafogo se acomodou na faixa intermediária da tabela.

Com raríssimas exceções, para cima e para baixo, ficou ali, entre o nono e o décimo-quarto lugares.

Este ano, tudo se encaminhava para uma reta final dramática, como a que tiveram Fluminense e Vasco.

Zé Ricardo, no entanto, “operou milagre”.

Conseguiu a surpreendente reação do time contra Corinthians e Flamengo e mudou o cenário.

Mas já avisou à diretoria do clube que é preciso melhor planejamento em 2019.

Caso contrário, não ficará…

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online