O Botafogo não precisa fazer muitas contas. Ainda não dá porém para abandonar a matemática.

3 vitórias nos próximos 14 jogos. É tudo que o time precisa para se manter na primeira divisão.

O resultado alcançado contra o Cruzeiro no Mineirão deixa o Botafogo mais distante da zona de rebaixamento. A terceira vitória consecutiva, algo inédito até então, veio com mais um lindo gol de Camilo.

Por sinal, se mantiver o nível das atuações, o Botafogo terá trabalho muito para segurar esse jogador, tendo ou não contrato assinado. O assédio será grande.

O Botafogo, de Jair Ventura, tem sido mais equilibrado e corajoso do que o Botafogo de Ricardo Gomes. Jair acertou com a escalação de dois laterais esquerdos.

Dudu Cearense e Victor Luís foram surpresas pra lá de agradáveis em Belo Horizonte. Dois dos melhores em campo no Mineirão.

Joel Carli anulou o eficiente Abila que tinha feito gols nos 7 jogos anteriores, inclusive contra o Botafogo pela Copa do Brasil. Aliás, se o argentino estivesse em campo naquele dia duvido muito que o Botafogo tomado de 5.

Fato é que o Botafogo é líder do returno o que em tese não significa e não garante nada. Dá apenas o direito do torcedor sonhar com dias melhores.

De qualquer forma não dá para fazer qualquer previsão. Não quando o assunto é Botafogo. Ainda não dá para saber se o Botafogo deve olhar para baixo ou para cima.

Fonte: Blog Bate-Pronto - Bruno Voloch - Yahoo! Esportes