Mais uma vez, a exemplo do que já ocorrera na derrota para o São Paulo, o time deixou fugir a vitória nos minutos finais.

E não há dúvidas de que é consequência do desgaste físico e emocional a que o elenco reduzido foi submetido ao longo do ano.

Com maior exigência, é claro, entre os meses de junho e setembro.

Os jogadores de Jair Ventura sofrem demais para atender as expectativas.

E a dois meses do fim da temporada é normal que oscilem.

A reta final será um campeonato à parte para os alvinegros.

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online