Botafoguenses são, antes de qualquer coisa, idealizadores e românticos.

É um torcedor diferente; apesar de pessimista e supersticioso, ele é dramático e sonhador. Aceita o destino que vier sem diminuir sua paixão, mas não se cansa de lutar por dias melhores e, mais que isso, se martiriza por imaginar como tudo seria se acontecesse de forma diferente.

Como diria Mário Filho, “ser Botafogo é escolher um destino e dedicar-se a ele. Não se pode ser Botafogo como se é outro clube: você tem que ser de corpo e alma”. Não somos torcedores comuns; temos a necessidade de ver nossa rica história ilustrada no presente e projetada no futuro.

Assim assumimos o Estádio João Havelange, o Engenhão. Lá no já distante ano de 2007. Quem diria, já se passaram 10 anos. Confesso aqui que nunca fui muito apegado ao estádio, embora sempre o defendesse e o assumisse como a nossa casa. Lá, vivi derrotas, vitórias, decepções e alegrias. No entanto, não o sentia como parte de mim, como parte de nós.

Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Não tem como parar de olhar para essa imagem

Uma década depois, superando a provação de interdições obscuras e suspeitas, o estádio – que, a essa altura, já foi felizmente rebatizado como Nilton Santos – foi repaginado para entrar na nossa história. O Niltão não apenas recebeu nova pintura, mas também foi integrado às nossas tradições. Hoje, pode ser chamado de estádio do Botafogo.

Um parabéns do tamanho de nossa Estrela para o presidente Carlos Eduardo Pereira e todos os dirigentes que participaram desse projeto. Diferente de outros cartolas, que pintaram as cadeiras de vermelho por dinheiro dizendo que “se encher, ninguém vê cor”, souberam compreender o botafoguense e sua necessidade de reconhecer suas cores e tradições em tudo que nos pertence.

Mais do que um estádio personalizado, hoje temos um sonho realizado. É arrepiante olhar para o Niltão e reconhecer, nele, o Botafogo. Nosso lindo escudo, nossas cores, nossas raízes. Que essa sensação de pertencimento seja o que faltava para vivermos grandes dias dentro de nosso campo.

Saudações Alvinegras

Fonte: Blog Preto no Branco - Pedro Chilingue - ESPN FC