O Botafogo deu o primeiro passo para renovar o contrato do goleiro Jefferson, que chega ao fim em 31 de dezembro. O próprio presidente Carlos Eduardo Pereira tomou a iniciativa de marcar uma conversa com o arqueiro, de 34 anos, e com representantes do jogador.

Jefferson passou mais de um ano no departamento médico, se recuperando de cirurgias no ombro esquerdo. Voltou a ser relacionado na noite de quarta-feira, no triunfo de 3 a 1 sobre o Vasco. Na visão do presidente alvinegro, o acordo deve sair.

“Acredito que vamos chegar a um entendimento com o Jefferson porque o desejo do jogador é permanecer no Botafogo e essa também é a vontade do clube. Nós conseguimos manter o Jefferson no pior momento da história do clube, quando assumimos. Portanto, me sinto confiante”, disse Pereira.

No entanto, este discurso não é o mesmo que a diretoria demonstra internamente.

Além disso, nos últimos dias algumas notícias davam conta de uma possível insatisfação de Jefferson com a demora da diretoria de procurá-lo, fato que foi negado por pessoas ligadas ao jogador, que afirmaram que o mesmo estava ciente de que só haveria uma negociação aberta quando ele fosse relacionado pela primeira vez, o que aconteceu contra o Vasco.

Além de manter Jéfferson, o Botafogo segue no mercado em busca de reforços e a chegada de um atacante é prioridade. Aylon, que tem os direitos federativos ligados ao Internacional, chegou a abrir negociação, mas seu nome foi descartado.

Luciano, que retorna ao Corinthians após defender o Leganés, da Espanha, é o nome considerado prioridade, mas a negociação está longe de ser fácil. O clube monitoa a situação de André Lima, atualmente na reserva do Vitória.

Dentro de campo o elenco do Botafogo participou de um trabalho tático na tarde desta quinta-feira a na manhã desta sexta-feira começa a preparação para o duelo contra o Avaí na próxima segunda-feira, às 20h (de Brasília), no Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Para este compromisso, o Glorioso perdeu o zagueiro Joel Carli e o volante João Paulo, que cumprem suspensão por terem sido advertidos com o terceiro cartão amarelo na vitória de 3 a 1 sobre o Vasco. Marcelo, Emerson Santos e Emerson Silva disputam a vaga na zaga, enquanto que a criação de jogadas ficará a cargo de Camilo ou de Walter Montillo.

Fonte: Gazeta Esportiva