Sem vencer há dois jogos e vindo de derrota para o Macaé, quando levou quatro gols e fez só dois, o Botafogo busca a recuperação nesta sexta-feira, contra o Sampaio Corrêa às 21h50, no Estádio Nilton Santos, pela décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Glorioso, que ficou estacionado nos vinte pontos, viu o Paysandu, que chegou aos 22 na terça-feira, assumir a liderança e por isso precisa dar uma resposta dentro de campo. Reagir também é a meta dos maranhenses, que perderam de 1 a 0 para o Santa Cruz no fim de semana.

René Simões, técnico do Botafogo, passou a semana trabalhando o aspecgto psicológico dos jogadores no sentido de mostrar que o time não chega a viver uma crise, como muitos falam. Na visão dele é preciso ter tranquilidade nesta sexta-feira.

“Vamos precisar jogar com tranquilidade, pois o Botafogo é sempre um time muito visado nesta Série B e todos crescem quando nos enfrentam. Os adversários estão observando nosso estilo de jogo para ajeitarem a marcação e tivemos problemas nas últimas partidas por conta disso. É natural perder um jogo e por isso mesmo não existe um clima de crise e sim a vontade de reagfir o mais rapidamente possível”, avisou René.

Na visão dos jogadores botafoguenses realmente é chegada a hora da reação, porém, é preciso cautela, pois eles consideram o duelo contra os maranhenses muito perigoso.

“O Botafogo tem uma grande responsabilidade nesta partida, pois precisamos fazer os três pontos e reagirmos na tabela de classificação. Mas não vamos enfrentar um adversário qualquer e isso faz a partida aumentar em dificuldade. Com certeza o Sampaio Corrêa vai tentar tirar proveito da nossa necessidade de ganhar o jogo e tentar se aproveitar de alguma possível falha para chegar ao gol. Com isso, o Botrafogo vai precisar encontrar o equilíbrio para atacar sempre, pressionar o adversário, mas também sem ficar muito exposto no setor defensivo para não sofrer”, disse Rodrigo Pimpão.

O Botafogo terá muitas mudanças para esta partida. O goleiro Jéfferson, que estava servindo à Seleção Brasileira na Copa América, e o volante Diego Giaretta, que cumpriu suspensão contra o Macaé, reaparacem nas vagas de Renan e de Andreazzi, respectivamente. O lateral-direito Luis Ricardo deixa o lado esquerdo e volta a sua posição de origem para entrar no lugar de Gilberto, que está com a Seleção Brasileira se preparando para os Jogos Pan-Americanos.

Assim, o lateral-esquerdo Carleto, recuperado de artroscopia no joelho esquerdo, retorna ao time principal. Na parte de criação de jogadas, Daniel Carvalho e Tomas voltam a ganhar uma oportunidade nas vagas de Fernandes, barrado, e Diego Jardel, vetado com lesão muscular na perna direita. No ataque, Bill, que rescindiu contrato alegando problemas particulares e se transferiu para o futebol sul-coreano, será substituído por Rafael Oliveira, contratado junto ao Botafogo-PB e pode estrear, ou pelo jovem Luis Henrique, de apenas 17 anos e que foi artilheiro da Copa do Brasil Sub-17. O primeiro depende de ter a documentação regularizada.

Fonte: Gazeta Esportiva