Contando com o apoio de sua torcida, que promete encher o estádio Nilton Santos, o Botafogo pode garantir nesta quinta-feira (18) a sua classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Para isso, precisa de uma vitória simples sobre o Atlético Nacional ou até mesmo um empate, se o Estudiantes não conseguir uma vitória sobre o já classificado Barcelona de Guayaquil.

Faltando ainda dois jogos para o término de seus compromissos na fase de grupos do torneio, o técnico Jair Ventura só quer saber do empate em caso de extrema necessidade. Cientes do ímpeto alvinegro para garantir logo a classificação, o Atlético Nacional aposta no crescimento recente no torneio e prevê aproveitar erros parecidos com os que o Glorioso cometeu na derrota para o Barcelona de Guayaquil.

“Aqui, como dono da casa, acho que [o Botafogo] vai propor e buscar o jogo. Serão outras características, com um espaço de jogo diferente para nós”, afirmou o técnico do atual campeão do torneio continental, Reinaldo Rueda.

Jair Ventura confirmou que deseja ver o time brigando a todo momento pela vitória. O treinador quer ver o seus comandados partindo para cima, mas com um equilíbrio que não apareceu no revés para os equatorianos na última rodada.

“Vamos tentar a classificação antecipada, pois ainda temos um jogo. Essa possível vantagem pelo empate, caso aconteça, deve ficar para o final da partida. O Botafogo tem que entrar com inteligência, pois sabemos da força do Atlético Nacional. Vamos jogar o jogo para vencer. Vamos buscar ter equilíbrio. Perdemos o último jogo em casa e já vimos onde erramos. Tenho certeza que o nosso eterno Nilton Santos estará nos ajudando nesse jogo”, disse.

Para a partida, marcada para começar às 21h45 desta quinta-feira (18), o Botafogo tem quatro desfalques dentre os jogadores que habitualmente jogaram as últimas partidas: Emerson Silva e Montillo estão no departamento médico, enquanto Airton e Marcelo estão suspensos. A boa notícia é o retorno de Bruno Silva, cuja ausência foi sentida contra o Barcelona equatoriano.

Contra o Barcelona de Guayaquil, o Botafogo levou dois gols no primeiro tempo. Os tentos sofridos foram obra de desatenções e desequilíbrio nos espaços entre meio-campo e primeira linha defensiva, principalmente no lado direito da defesa alvinegra – área na qual Bruno Silva costuma atuar, no meio de campo.

Além disso, a equipe também precisará aproveitar melhor as suas oportunidades. Contra os equatorianos, os seis arremates [de 20 tentados]  não encontraram as redes. Já são duas partidas sem fazer gols – contra o Barcelona e diante do Grêmio, pelo Brasileirão -, e para o compromisso desta noite a esperança ofensiva está nos pés de Rodrigo Pimpão, Roger e Camilo. Artilheiro do time na temporada, com seis gols, Sassá foi afastado por indisciplina e sequer foi relacionado.

Fonte: Goal.com