A esperada eliminação diante do Cruzeiro na Copa do Brasil e a surpreendente derrota para o América-MG no Campeonato Brasileiro contiveram os ânimos do Botafogo. Mas o time já elegeu seu trunfo para retomar a boa fase: a volta à Arena da Ilha do Governador. Depois de uma sequência de três partidas fora de casa — que incluiu um importante triunfo sobre o Vitória —, o Alvinegro voltará a atuar como mandante no próximo sábado, contra o Corinthians. Até lá, o técnico Jair Ventura terá uma semana livre de compromissos para promover ajustes na equipe.

— Também poderemos descansar melhor e, assim, entrarmos inteiros para jogar na Arena, com o calor da torcida — destaca o atacante Neilton: — Lá temos conseguido bons resultados, e essa volta é importante para nós.

O confronto também é chave para as pretensões do Botafogo neste Brasileiro. Se ficaram distantes na tabela por boa parte do campeonato, os rivais de sábado agora estão apenas três pontos à frente (41 a 38).

Uma vitória levaria o Alvinegro a empatar em pontos com o Corinthians, algo inimaginável há algumas semanas, quando os paulistas lutavam pela liderança e os cariocas tentavam deixar a zona de rebaixamento. Mas ultrapassar o rival já nesta rodada é uma missão quase impossível: só aconteceria em caso de goleada por quatro gols de diferença.

— Temos que manter a postura. Será uma partida difícil, um confronto direto na tabela, e, para conseguirmos um bom resultado, precisamos jogar como sempre jogamos — alerta Neilton.

Fora da Copa do Brasil, o Botafogo mantém o sonho de coroar a temporada de retorno à Série A com uma vaga na Libertadores.

— Temos um elenco muito bom e total capacidade de chegarmos ao G-4. Mas, antes, precisamos pensar em nos distanciarmos do Z-4 e atingirmos o primeiro objetivo, que são os 46 pontos. Depois disso, vamos jogar leves para chegar na frente — orienta Neilton.

Expectativa sobre Camilo e Sassá

A semana de treinos em General Severiano começou com a expectativa sobre as condições físicas dos dois principais jogadores do Botafogo neste Brasileiro: o meia Camilo e o atacante Sassá, artilheiro da equipe com dez gols.

Existe otimismo quanto à situação do camisa 10, que convive com dores na virilha. O incômodo já o havia tirado do jogo contra o América-MG, no sábado, a inda no intervalo. Mas, apesar de ter sido liberado das atividades desta segunda-feira para resolver assuntos pessoais, Camilo é esperado na terça-feira e não deverá ser problema para o confronto com o Corinthians.

O mesmo não pode ser dito a respeito do atacante. Sassá, que se recupera de uma lesão muscular na coxa esquerda, já faz atividades no campo, mas deverá precisar de mais tempo para voltar a atuar. Quem está ansioso por seu retorno é o companheiro de ataque Neilton:

— Fico feliz com a rápida recuperação que ele está tendo. Que volte 100% para ajudar a nossa equipe como sempre faz.

Fonte: Extra Online