Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo: na contramão do masculino, equipe feminina vive ano mágico e busca título do Brasileiro para coroar temporada

8 comentários

Compartilhe

Futebol feminino do Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo vive situação dramática no Campeonato Brasileiro. Com apenas 23 pontos, o Glorioso é o lanterna da competição. E a temporada também não é boa. Nas outras competições da temporada, eliminação no Campeonato Carioca sem chegar às finais e queda precoce na Copa do Brasil, nas oitavas, para o Cuiabá.

Se no masculino está em situação complicada e próximo ao rebaixamento, o time feminino caminha na contramão. As Gloriosas se classificaram para a Série A1 do Campeonato Brasileiro e estão na final da Série A2.

Ao todo, 11 partidas disputadas até o momento e somente uma derrota. O Botafogo fez parte do grupo E da competição. Nos cinco jogos, três vitórias, um empate e uma derrota.

Nas oitavas de final, dois triunfos em cima do Foz Cataratas. Nas quartas, a vítima da vez foi o Ceará. Na semifinal, um empate e uma vitória em cima do Bahia, em Salvador, no último domingo, que carimbou a vaga na decisão da Série A2.

Na decisão da competição, as meninas do Botafogo terão pela frente o Napoli, de Santa Catarina. A primeira partida será disputada no Sul do país, no dia 24, enquanto a finalíssima será no Estádio Nilton Santos, dia 31.

Realidades diferentes

Apesar de viver um momento de ouro na temporada, a diferença de investimento e valores destinados à modalidade feminina é muito inferior à masculina. Enquanto o plantel profissional masculino do Botafogo vale, de acordo com o site especializado Transfermakt, aproximadamente, R$ 125 milhões, o valor destinado à equipe feminina, quando iniciou o projeto em 2019, na fase inicial do Brasileirão da Série A2, era de R$ 25 mil.

Reconstrução da equipe feminina

O Botafogo inaugurou sem time feminino ainda nos anos 90. No entanto, foi nos anos 2000 que a equipe teve maior destaque. Em 2014, conquistou o Campeonato Carioca ao derrotar o Duque de Caxias na final.

Após um breve hiato, em 2019, o Glorioso, no dia 8 de março (Dia Internacional da Mulher) divulgou a montagem do time para a disputa da Série A2 do Campeonato Brasileiro.

Reformulação do elenco

Para a disputa da Série A2, o Botafogo foi ao mercado. O Glorioso trouxe a meia Chaiane, campeã da Série A2 em 2019 pelo São Paulo. A jogadora é uma das destaques do elenco e tem atuado pela lateral-esquerda.

E não parou por aí. O Alvinegro foi ao exterior trazer mais um reforço. A paraguaia Jéssica Sánchez, de 19 anos, que foi uma das destaques do Sul-Americano sub-20 acertou contrato de uma temporada.

“É uma sensação única, estou muito emocionada. É um sonho que virou realidade, com dedicação e esforço se chega a grandes coisas. A expectativa que tenho é muito grande, é uma equipe forte e conhecida. Estou segura que vai me ajudar a crescer como pessoa e futebolista. Darei o meu melhor para conquistas coisas grandes no meu novo clube”, revelou a jogadora quando foi contratada.

Destaques

Se uma boa equipe começa por uma boa goleira, o Botafogo está bem servido. E não só no time masculino. A goleira Rubi tem sido uma das destaques da campanha de ouro do Alvinegro na competição. Participou dos 11 jogos e sofreu 10 gols.

No ataque, o destaque vai para a atacante Kélen. Com três gols marcados na competição, ela é a artilheira da equipe ao lado da irmã gêmea Karen, da meia Vivian e da também atacante Karol Lins. Kélen também participou dos 11 jogos e só ficou de fora de 64 minutos dos 990 jogados.

Feito histórico

Foi nesta edição do Brasileirão Feminino que as Alvinegras fizeram a primeira partida na história no Estádio Nilton Santos. Na oportunidade, as Gloriosas venceram o Ceará por 2 a 1. E a partida ficou marcada em especial para uma atleta. A meia Vivian, uma das artilheiras do Botafogo na competição, com três gols, foi a primeira mulher a marcar um gol pelo clube no Niltão.

Veja abaixo os clubes participantes da Série A1 em 2021:

São Paulo: Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos, Ferroviária e São José
Rio de Janeiro: Flamengo e Botafogo
Rio Grande do Sul: Internacional e Grêmio
Santa Catarina: Avaí Kindermann e Napoli
Distrito Federal: Minas Brasília e Real Brasília
Minas Gerais: Cruzeiro
Bahia: Bahia

Fonte: ESPN Brasil

Comentários