O Botafogo e o vice-presidente de futebol, Antonio Carlos Mantuano, contrataram o escritório do doutor André Perecmanis, a PK Advogados, para defesa do dirigente no caso envolvendo a discussão com o treinador do Figueirense, Árgel Fucks, no último dia 14 de julho. O Botafogo foi derrotado para o Figueirense por 1 a 0 no estádio Nilton Santos, o que custou a eliminação precoce do Alvinegro na Copa do Brasil. Mantuano partiu para cima do treinador, mas foi contido por seguranças e policiais contido no local, após uma provocação de Árgel aos torcedores e próprios dirigentes presentes nos camarotes do estádio.

Hoje, a defesa está entrando com um habeas corpus junto à Turma Recursal do Juizado Especial Criminal (JECRIM) para ter uma medida de liminar para cassar a decisão do JECRIM da Ilha (órgão presente no dia do jogo). A estratégia é que, por lei do sistema penal brasileiro, ninguém pode ser punido sem oportunidade de defesa. O árbitro da partida, Flávio Rodrigues Guerra (SP), não colocou na súmula que houve agressão. A possibilidade é que nesta quarta-feira saia o veredicto.

Por ora, Mantuano está suspenso e não pode entrar nos estádios em dias de jogos – somente em treinamento.

Fonte: Site da Rádio Tupi