Depois do papelão do Flamengo, a chance de o futebol carioca ter um representante nas oitavas de final da Conmebol Libertadores Bridgestone passa pelos pés dos jogadores do Botafogo. Pela frente, o time tem o atual campeão da competição, o Atlético Nacional, nesta quinta-feira (18 de maio), às 21h45, com transmissão exclusiva do FOX Sports.

A tarefa não é simples, mas o apoio da arquibancada, com mais de 30 mil vozes, vai ser fundamental para não deixar tudo para a última rodada. O time tem uma limitação técnica, mas o técnico Jair Ventura tem conseguido extrair o máximo do elenco.

Basta lembrar a entrega dos jogadores diante do Olímpia e Colo Colo, por exemplo, para identificar valores extra campo que foram extraídos pelo comandante alvinegro. Mais uma vez, Montillo está fora do time. O argentino ainda não conseguiu ter uma sequência no Botafogo.

Além deste grande desfalque, mas que o Botafogo já se acostumou, a ausência do Aírton tem um peso importante. O volante tem tido presença fundamental na proteção aos zagueiros.

Como gestor de grupos, o treinador tem tido uma outra missão: Sassá. O atacante tem sido a dor de cabeça, quando poderia ser a solução alvinegra na temporada. Fora de campo, o jogador discute a permanência no clube. Palmeiras demonstrou interesse, ofereceu uma troca por Erik, mas o técnico Cuca vetou a negociação.

Surgiu o Cruzeiro, em negociação avançada, oferecendo Neílton por Sassá. A diretoria do Botafogo espera resolver esta questão nos próximos dias, pois a novela vai ganhando novos capítulos.

A Libertadores oferece a chance ao Botafogo de dar um passo importante na sua temporada. De desacreditado e improvável, o time precisa voltar a ser aquele do início da Libertadores. Jogando agrupado, sem deixar espaços, o Botafogo avança hoje.

Fonte: Fox Sports