O clássico do último sábado (20), que terminou empatado em 0 a 0, gerou prejuízo aos cofres de Fluminense e Botafogo. Os 7.126 pagantes (8.538 presentes) não foram suficientes para quitar as despesas do jogo no Maracanã. De acordo com o borderô do confronto, divulgado pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, cada clube ficou com dívida de R$ 145.041,26 pela partida.

A conta é simples. A despesa total da partida foi de R$ 510.592,52, incluindo os R$ 100 mil de aluguel do estádio, enquanto a receita foi de R$ 220.510,00. Ciente do alto custo para atuar no Maracanã, o Botafogo ofereceu o Nilton Santos, mas o Fluminense não aceitou.

Segundo o Art.51, o resultado financeiro fica a cuidados do mandante da partida, exceto quando houver a participação de qualquer um dos chamados clubes grandes (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco). Em clássicos, a distribuição é feita na proporção de 60% para o vencedor, 40% para o derrotado e 50% para cada em caso de empate.

Veja o borderô:

Divulgação

Divulgação

Fonte: Esporte Interativo