Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo encanta na Liberta e sofre no Carioca, mas nega falta de motivação

0 comentários

Compartilhe

A torcida já se acostumou a ver dois Botafogo em 2014. O primeiro tem tido grandes atuações e encanta com o futebol apresentado na Libertadores. O segundo, em sua maioria com a equipe reserva, sofre no Campeonato Carioca e é apenas o 8 colocado, atrás de equipes como Cabofriense, Nova Iguaçu e Madureira, além dos grandes rivais.

Até mesmo quando os titulares que encantam em partidas da Libertadores jogam pelo Carioca a atuação é abaixo da média, como ocorreu diante de Duque de Caxias e Volta Redonda: nos dois duelos o Botafogo foi vaiado por sua torcida e não conseguiu reeditar o bom desempenho de outras partidas da temporada.

O técnico Eduardo Hungaro não soube explicar o porquê dessa queda de rendimento, mas tem uma certeza: não há falta de motivação com as partidas do Campeonato Carioca. O treinador afirma que a forma como os adversários do estadual atuam prejudicam o bom futebol em campo, já que priorizam a defesa e contra-ataque.

“Uma coisa a torcida pode ter certeza. Não é falta de motivação. Oscilações são comum para essa época do ano. Ainda mais para uma equipe que está sendo montada. Mas não tem como fugir  da realidade. Não fizemos os mesmos jogos da Libertadores no Carioca. Não tem nada a ver com motivação. O grupo é especial, comprometido e dão o máximo sempre que jogam. A entrega dentro de campo é notória, mas os resultados não estão ocorrendo como gostaríamos”, disse Eduardo Hungaro.

“O torcedor é inteligente e não está preocupado para os próximos jogos da Libertadores. Sabem que o que ocorreu no Carioca é totalmente diferente. A forma de jogar é outra. No Chile, por exemplo, tenho certeza que seremos agredidos e gostamos disso. No Carioca as equipes jogam fechadas e só querem se defender. O torcedor viu o que fizemos contra o Deportivo Quito e San Lorenzo no Maracanã”, completou o treinador do Botafogo.

O Botafogo volta a campo no domingo, quando enfrentará o Fluminense pelo Campeonato Carioca. Nesse duelo, o Alvinegro deverá utilizar os reservas já que os titulares descansarão para a partida contra o União Española, no Chile, na próxima quarta-feira, pela segunda rodada da Libertadores.

Comentários