Depois de vencer o CSA em casa, o Botafogo visita o Grêmio hoje (27), em Porto Alegre, buscando um triunfo para afastar a crise e abrir vantagem em relação à zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A inspiração para a importante partida pode vir justamente do adversário desta tarde, que já esteve “na pele” do alvinegro.

No primeiro turno, quando duelaram no Nilton Santos, Botafogo e Grêmio estavam em situações invertidas. O Tricolor gaúcho, apontado como um dos postulantes do título, começou mal a competição e chegou a figurar na zona de rebaixamento.

O Botafogo, por outro lado, havia trocado de técnico – demitiu Zé Ricardo e contratou Eduardo Barroca – pouco antes do início do torneio nacional. Com um elenco sem grandes estrelas, conseguiu uma sequência de bons resultados e integrou a parte de cima da tabela.

Naquela partida, disputada na última rodada antes da paralisação para a Copa América, o Botafogo pensava em Libertadores, e o Grêmio em se afastar da degola. O Tricolor gaúcho conseguiu a vitória no segundo tempo, com um gol de Jean Pyerre, e foi para o período de treinos com uma certa folga em relação à parte inferior da classificação.

Após o retorno do calendário brasileiro, porém, a situação mudou. O Botafogo passou a oscilar e caiu na tabela, enquanto o Grêmio começou a mostrar mais consistência e a pensar em G4.

Depois de começar o segundo turno com uma sequência de resultados ruins, demitir Barroca e acertar com Valentim, o Botafogo chega para esta rodada precisando dos três pontos para, assim com o Grêmio no primeiro turno, “ganhar gordura” em relação à zona de rebaixamento.

“Nós temos os nossos objetivos. Quanto mais perto você ficar do primeiro, consequentemente com uma vitória você consegue abrir ou manter uma vantagem dos adversários diretos, aqueles que estão mais embaixo na tabela. A gente sabe que vitória é sempre importante para dar mais tranquilidade, elevar o moral. Estamos trabalhando bem esses dias em relação àquilo que precisamos mostrar contra o Grêmio para buscar essa vitória”, disse o treinador alvinegro.

Para o reencontro, a equipe comandada por Alberto Valentim, talvez, tenha ganha uma ajudinha do rival Flamengo, que na última quarta-feira goleou o Grêmio pela semifinal da Libertadores. O comandante do time de General Severiano, por sua vez, não acredita que a derrota vai afetar a atuação do adversário.

“O Grêmio tem um treinador que sabe trabalhar muito bem o vestiário. Sabemos que no futebol, nos momentos difíceis e felizes, não há muito tempo para lamentar ou comemorar. No Brasil e mundo se joga de três em três dias. Sabemos que o Grêmio vai estar forte, ferido sim, mas pensando só no Brasileiro. Vamos prontos para enfrentar um time forte, que vem jogando bem há anos, com muita qualidade técnica e um treinador que sabe gerir muito bem isso”, salientou.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO x BOTAFOGO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 27 de Outubro de 2019 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Grêmio:
Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Matheus Henrique, Alisson, Patrick (Thaciano/Luciano) e Everton; Diego Tardelli. Técnico: Renato Gaúcho

Botafogo:
Gatito,Marcinho, Carli, Gabriel e Yuri; Cícero, João Paulo, Leo Valencia (Alex Santana); Luiz Fernando, Diego Souza e Victor Rangel (Igor Cassio). Técnico: Alberto Valentim

Fonte: UOL