Botafogo evita fazer contas para atingir objetivos na Série B: ‘Um jogo de cada vez’

Compartilhe:

A principal aspiração do Botafogo na temporada é o acesso à Série A, de preferência sendo campeão. Porém, qual a pontuação necessária para atingir esses objetivos? Essa é a questão que parece menos preocupar os jogadores botafoguenses, que evitam fazer contas e preferem pensar apenas no próximo compromisso, o duelo contra o Vitória, programado para este sábado, às 16h, no Estádio Nilton Santos, pela quarta rodada da competição.

“Não estamos fazendo contas em termos de classificação, pois precisamos pensar em um jogo de cada vez. Logicamente que algumas situações devem ser respeitadas, como ganhar as partidas no Rio de Janeiro, pois isso que dá equilíbrio a campanha e permite que os pontos ganhos como visitante possam ser valorizados. Mas não estamos trabalhando com metas de pontuação, pois ainda é muito cedo para isso”, afirmou o lateral-direito Gilberto.

O volante Willian Arão pensa de maneira parecida. Na visão dele, não existe nada contra os matemáticos programarem uma pontuação para metas, mas ele entende que ainda é muito cedo para esse tipo de conversa.

“O importante neste momento é ir ganhando os jogos e sempre conseguir pontuar. Normalmente essa matemática costuma estar mais presente na virada do primeiro para o segundo turno, e quando chegarmos a esse momento é muito importante que a gente tenha uma pontuação que nos permita ir bem para a reta final da temporada, sem a necessidade de fazermos milagre ou melhorarmos muito o que fizemos até então. Por isso mesmo que o importante é pensar em cada momento de cada vez e sempre no próximo jogo, considerado o mais importante por ser o que oferece mais risco”, pensa o volante.

O goleiro Jefferson segue a mesma linha de raciocínio. Ele entende que o Botafogo já convive com uma forte pressão dentro da Série B e que por isso não deve se ligar em fatores fora das quatro linhas.

“O Botafogo não precisa colocar mais pressão nas suas costas e sabemos que temos a responsabilidade de conduzirmos o time ao lugar que ele nunca deveria ter saído que é a Primeira Divisão. Justamente por isso não precisamos ficar criando metas de pontuação, pois o importante é conseguirmos pontuar. Todos tem uma noção da pontuação que se precisa para ser campeão, para conseguir a classificação e por aí vai. Portanto, o importante não é ficar fazendo contas e sim conseguir ir pontuado para reduzir a distância para aquele que é o nosso grande objetivo no ano”, disse o goleiro.

Para o jogo diante dos baianos, o técnico René Simões fará mudanças em relação à formação que ficou no empate sem gols com o Atlético-GO na rodada passada. O lateral-esquerdo Carleto, preservado naquela partida, reaparece na vaga de Pedro Rosa, enquanto o volante Marcelo Mattos, recuperado de dores na perna direita, ganha o posto de Camacho. Por fim, Lulinha deixa a equipe para o retorno do atacante Rodrigo Pimpão, que cumpriu suspensão contra os goianos.

Sendo assim, se nada de anormal acontecer até a hora do jogo, o Botafogo irá a campo com a seguinte escalação: Jéfferson, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Daniel Carvalho e Elvis; Rodrigo Pimpão e Bill. Nesta sexta-feira, o elenco participa de um treino na parte da manhã e logo depois começa o período de concentração para a partida.



Fonte: ESPN.com.br
Comentários