Com a utilização da equipe principal pela primeira vez em 2020, o Botafogo afastou o desempenho ruim no Campeonato Carioca e venceu, de forma convincente, o Macaé, em partida válida pela terceira rodada da Taça Guanabara, no Estádio Nilton Santos, no último domingo. Mais do que o retorno aos resultados positivos, a atuação fez o Alvinegro quebrar uma marca.

O Glorioso marcou três gols na mesma partida pela primeira vez desde o retorno de Alberto Valentim ao comando da equipe, na segunda metade de outubro do ano passado. A última vez que o Alvinegro havia balançado a rede em três oportunidades na mesma partida foi no dia 9 de outubro, diante do Goiás, pelo Brasileirão, no Nilton Santos. Na ocasião, Gabriel, João Paulo e Leo Valencia marcaram.

Foi, contando a passagem inicial do treinador, a terceira vez que o Botafogo consegue tal marca. Antes, o Alvinegro havia marcado três vezes no mesmo jogo em um empate em 3 a 3 com o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro de 2018, e vencido o Vasco por 3 a 2 na semifinal da Taça Rio, o segundo turno do Carioca, no mesmo ano.

Diante do Macaé, o Botafogo começou com tudo. Logo nos primeiros minutos, uma trama iniciada pelos lados do campo, um dos focos de atenção de Valentim na pré-temporada no China Park, o Alvinegro abriu o placar. Fernando achou Luiz Fernando nas costas da defesa adversária com um passe vertical, o camisa 7 cruzou de primeira e Pedro Raul, se adiantando aos zagueiros, só teve o trabalho de empurrar para as redes. Uma jogada de três toques, que saiu da defesa ao ataque em questão de segundos e resultou em gol.

O primeiro tempo, contudo, não foi cercado apenas por maravilhas. Apesar de ter dominado as ações da partida em grande parte dos 45 minutos iniciais, o Botafogo teve lampejos na defesa e permitiu que o Macaé chegasse ao ataque com perigo. A pressão à saída de bola do adversário, outro ponto colocado por Valentim, ainda é desordenada e, por isto, os visitantes chegaram ao campo ofensivo com superioridade numérica em, pelo menos, duas oportunidades. No último minuto, Gatito fez uma importante defesa para evitar o gol.

– Falei algumas vezes no ano passado sobre pegar um trabalho no meio, com pouco tempo, o que fizemos foi alternar esse jogo de posse, mas temos que verticalizar, porque temos jogadores para isso. Usar mais as laterais, nossa ideia tem que ser alternar esse jogo de posse e procurar chegar o quanto antes ao campo adversário – analisou Alberto Valentim, após a partida.

No segundo tempo, o Botafogo se armou no sentido defensivo e não tomou mais sustos, apesar do gol levado nos minutos finais do duelo. Com Pedro Raul e Bruno Nazário trocando posições com frequência e municiando o ataque, o Alvinegro criou chances e apareceu com perigo pelos lados do campo, principalmente na direita.

Luís Henrique, que pouco apareceu no primeiro tempo, começou a fazer um trabalho de atacar em movimento diagonal na etapa complementar e isto surtiu efeito: foi assim que o camisa 11 partiu sozinho para marcar o primeiro gol como profissional. O Botafogo, quando teve a oportunidade de marcar, o fez. E ainda poderia ter saído com mais. O saldo para a primeira partida oficial com o elenco completo, portanto, é positivo.

Fonte: Terra