O Botafogo segue se preparando para a partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil que acontecerá nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Los Lários, em Duque de Caxias, contra o Coruripe-AL. Como venceu em Alagoas por 1 a 0, o Glorioso tem a vantagem do empate para passar de fase, porém, pelo discurso dos jogadores, deverá esquecer os benefícios conquistados no Nordeste.

A equipe acredita que não se pode dar chance ao azar, afinal de contas, se os alagoanos devolverem o resultado, forçarão a disputa de pênaltis e, se ganharem por qualquer outro marcador, avançam diretamente, uma vez que nesta competição os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate.

“Conseguimos apenas uma vantagem na partida de ida, mas nada que venha a nos garantir na segunda fase. Se tivermos alguma falha e sofrermos o gol vamos acabar dificultando o confronto. Portanto, no nosso entender, não tem nada decidido e precisamos ter uma boa atuação e conquistar o resultado que vai nos levar para a segunda fase. A Copa do Brasil é uma competição que não permite erros”, disse o goleiro Jefferson.

“A Copa do Brasil é uma competição perigosa, pois, se estivermos em uma noite ruim, a classificação vai para o ralo e vamos ser muito cobrados por conta disso. Portanto, estamos tratando o jogo contra o Coruripe com grande seriedade e não podemos deitar na vantagem que construímos na partida de ida. O importante é nos impormos desde o começo para selarmos a nossa classificação para a segunda fase”, corroborou o zagueiro Renan Fonseca.

O técnico Ricardo Gomes, mesmo tendo no domingo o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca contra o Vasco, descartou a possibilidade de escalar uma formação totalmente reserva contra os alagoanos. Assim, apenas alguns atletas serão preservados. O time, porém, só será definido na atividade desta quarta-feira à tarde, que vai anteceder ao início do período de concentração para a partida.

Fonte: ESPN.com.br