Depois de abrir 2 a 0 contra o Sport no primeiro tempo, na última rodada, o Botafogo lutou contra o cansaço para assegurar a vitória diante do time pernambucano, que só conseguiu descontar um gol. O desgaste físico pode estar relacionado ao início de temporada agitado, com partidas decisivas pela Libertadores logo nos primeiros dias do ano.

Para não sofrer novamente desse mal em 2018, o Botafogo tem como meta o G-4, que permite a classificação direta para a fase de grupos da Libertadores do ano que vem. Para ficar mais próximo desse objetivo, o Botafogo busca a vitória hoje, às 17h, no Engenhão. O adversário é justamente o outro time da Série A que também disputou a pré-Libertadores, e que também vem sofrendo com o cansaço, o Atlético-PR.

— A gente sabe que o funil está cada vez menor em termos de pontuação. Precisamos ganhar, mas o adversário pensa do mesmo jeito. Será equilibrado. Precisamos ter inteligência para criar as oportunidades que podem abrir caminho para a conquista dos três pontos — analisou João Paulo, que vai compor o meio-campo Alvinegro hoje.

Em relação à última rodada, a única mudança deve acontecer por conta da suspensão de Igor Rabello, que tomou o terceiro cartão amarelo. As alternativas de Jair Ventura são o jovem Marcelo ou Emerson Silva .

Fonte: Extra Online