Quem ganhou mais dinheiro com cotas de televisão em 2019? A divulgação dos balanços financeiros de cada clube, com números referentes ao ano passado, permite a criação de um ranking dos que mais lucraram no Brasil. Foi o que fez o comentarista da ESPN Jorge Nicola, em seu blog no “Yahoo”.

A liderança é do Flamengo. Assim como em campo, quando ganhou o Campeonato Brasileiro com boa gordura sobre os rivais, o time carioca também está disparado na ponta, com R$ 329 milhões oriundos de direitos de TV.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

O rubro-negro, sozinho, faturou mais do que a soma de seus três rivais estaduais (Vasco, Botafogo e Fluminense, que juntos fizeram R$ 267 milhões) e cresceu exatos R$ 100 milhões em relação a 2018.

Vale lembrar que a conta leva em consideração cotas de todos os campeonatos disputados na temporada, desde estaduais até Copa Libertadores, e também o pay-per-view do Campeonato Brasileiro.

Quem vem atrás do Flamengo é o Palmeiras, que recebeu R$ 216 milhões e ultrapassou o rival Corinthians. Enquanto o Alviverde ganhou R$ 50 milhões a mais de um ano para o outro, o Alvinegro “perdeu” R$ 7 milhões.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo | Cupom de 10% de desconto

O Corinthians não foi o único que faturou menos dinheiro em 2019 do que em 2018. Assim como ele, São Paulo, Santos, Vasco, Botafogo, Inter e Fluminense ganharam um valor inferior de um ano para o outro.

A grande surpresa do ranking é o Athletico-PR, que saltou de R$ 86 milhões em 2018 para R$ 159 milhões na temporada passada. Por isso, assumiu o quinto lugar do ranking, à frente, por exemplo, de São Paulo, Santos, Vasco, Botafogo, Internacional e Fluminense.

Dos 20 times que disputaram o Brasileirão em 2019, cinco não foram computados por Nicola: Cruzeiro, CSA, Avaí e Chapecoense, que foram rebaixados para a Série B, além do Atlético-MG, que não divulgou o balanço de 2019.

Veja abaixo o ranking de faturamento:

1 – Flamengo: R$ 329 milhões (em 2018: R$ 229 milhões)

2 – Palmeiras: R$ 216 milhões (R$ 166 milhões)

3 – Corinthians: R$ 190 milhões (R$ 197 milhões)

4 – Grêmio: R$ 164 milhões (R$ 136 milhões)

5 – Athletico: R$ 159 milhões (R$ 86 milhões)

6 – São Paulo: R$ 110 milhões (R$ 135 milhões)

7 – Santos: R$ 110 milhões (R$ 103 milhões)

8 – Vasco: R$ 97 milhões (R$ 99 milhões)

9 – Botafogo: R$ 89 milhões (R$ 98 milhões)

10 – Internacional: R$ 84 milhões (R$ 101 milhões)

11 – Fluminense: R$ 81 milhões (R$ 113 milhões)

12 – Bahia: R$ 80 milhões (R$ 75 milhões)

13 – Goiás: R$ 66 milhões (R$ 35 milhões)

14 – Ceará: R$ 45 milhões (R$ 25 milhões)

15 – Fortaleza: R$ 31 milhões (R$ 6 milhões)

Fonte: ESPN Brasil e Blog do Jorge Nicola