Onze dias e dez sessões de treinamento depois, o Botafogo retorna a campo para fazer uma partida oficial. Após a eliminação precoce no Campeonato Carioca, o Alvinegro retoma as atenções para a Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, a equipe enfrenta o Juventude, na primeira partida da terceira fase do torneio, no Estádio Nilton Santos, às 21h30 (de Brasília).

Apesar do desempenho irregular no Campeonato Carioca, competição que a equipe foi eliminada sem chegar em nenhuma semifinal de turno, o Botafogo possui um retrospecto positivo em competições de mata-mata em 2019. Com os jogos disputados entre Sul-Americana e Copa do Brasil, são quatro vitórias, nove gols marcados e nenhum sofrido, com um aproveitamento perfeito.

Contra o Juventude, o Botafogo se apoia no desempenho recente para fugir de vez da campanha do Campeonato Carioca. Zé Ricardo, em entrevista coletiva, afirmou que o planejamento foi moldado visando o sucesso nas competições eliminatórias e que espera não ser surpreendido, assim como aconteceu em anos anteriores, mas que a equipe precisa passar por uma evolução.

– A gente busca respostas, assim como a imprensa e a torcida. Fato é que tivemos um planejamento forte para início de Sul-Americana, onde pegamos um adversário muito difícil, e também na Copa do Brasil. No ano passado o clube caiu na primeira fase e não queria ser surpreendido novamente. Algumas coisas no futebol nós não vamos conseguir responder. Vamos tentar manter esse ritmo nas copas. Vai ser um jogo difícil, mas estamos esperançosos de conseguir um bom resultado – afirmou.

Fórmula mágica? Zé Ricardo indica que a equipe, até aqui, possui dificuldade diante de times que busquem se defender a qualquer custo, o que deve ser o caso do Juventude na partida no Nilton Santos. O treinador indicou que, nesses dias sem jogos, buscou trabalhar pontos para melhor a criação do Botafogo.

– Acho que a gente precisava melhorar um pouco de tudo. Saída de bola, manutenção da posse, definição no ataque, posicionamentos… Procuramos trabalhar de forma bem integral e didática. Esperamos que o resultado comece a aparecer – completou.

Fonte: Terra