O Botafogo estreia no Campeonato Carioca, sábado, às 17h, contra o Boavista, em São Januário, e a diretoria espera que a partida marque o reencontro da torcida com o time, depois da decepção sofrida ano passado, com o rebaixamento para a segunda divisão do Brasileiro. E o clube está se mexendo para promover esta reaproximação.

Quinta-feira, o goleiro Jefferson, ídolo máximo da torcida, deixou o treino no Engenhão um pouco antes dos companheiros para participar de uma noite de autógrafos com 100 torcedores e parentes, em General Severiano. Os torcedores conversaram, tiraram fotos e pegaram o autógrafo de Jefferson.

Sua permanência, mesmo após o rebaixamento, deixou o torcedor bastante orgulhoso. E a diretoria conta com o goleiro, titular da seleção brasileira, para atrair mais alvinegros para o programa “Sou Botafogo”.

Sorridente, simpático e carinhoso, especialmente, com as crianças, Jefferson encantou os torcedores alvinegros.

— O que mais ouvi aqui foram os torcedores me agradecendo por eu ter ficado. Eles não têm que agradecer. Fiquei porque tenho identificação com o Botafogo — disse o goleiro, visivelmente emocionado com o carinho dos fãs.

A diretoria está dando tanta importância à participação da torcida que marcou para hoje, às 11h, uma reunião da comissão técnica com integrantes de torcidas organizadas para selar um pacto pelo Botafogo. A reunião será no Engenhão.

Antes de se encontrar com os torcedores, Jefferson participou, ontem, do penúltimo treino para a estreia no Carioca. O técnico René Simões fez vários testes, mas o time que vai enfrentar o Boavista será: Jefferson, Gilberto, Roger, Renan Fonseca e Carletto; Marcelo Mattos, Arão, Gegê e Diego Jardel; Pimpão e Bill.

Também ontem, a diretoria confirmou o acerto com o atacante Pimentinha, ex- Sampaio Corrêa. O jogador, de 27 anos, chega na segunda-feira e será inscrito para o Campeonato Carioca.

Fonte: O Globo Online