A vitória de 3 a 0 sobre o Cuiabá garantiu ao Botafogo a vaga na terceira fase da Copa do Brasil. Porém, o que mais deixou o técnico Zé Ricardo e os torcedores animados é que o clube, aos poucos, vem conseguindo encorpar o seu elenco e já trabalha com peças de reposição. O meia Cícero, por exemplo, fez a sua estreia no segundo tempo, deu um belo passe para a jogada que terminou com o gol de Rodrigo Pimpão e demonstrou estar recuperando a sua melhor forma física.

Se Cícero entrou em campo, o meia João Paulo sequer foi utilizado e é tido por muitos como titular absoluto. O jogador se recuperou de lesão na coxa direita e está timidamente retornando aos jogos. Luiz Fernando, titular absoluto nos primeiros jogos, perdeu a posição para Leonardo Valencia, mas também passa confiança caso seja necessário variar taticamente o time durante um confronto.

Quem chamou muita atenção foi o zagueiro Marcelo Benevenuto, que aos poucos vem organizando o setor defensivo por conta da lesão do argentino Joel Carli, que se submeteu a uma artroscopia no joelho direito. Hoje, por sinal, a defesa botafoguense é formada por jovens como o próprio Marcelo e os laterais Marcinho e Jonathan, todos revelados nas categorias de base do clube, e Gabriel, contratado junto ao Atlético-MG.

“A mescla entre jogadores experientes e jovens será muito importante, pois a temporada é muito longa”, disse Zé Ricardo.

Com essas opções no elenco, o treinador do Botafogo vai definir nesta sexta-feira o time que vai enfrentar o Volta Redonda neste sábado, às 19h(de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela segunda rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Nesta quinta-feira o treino do plantel foi regenerativo.

Fonte: Gazeta Esportiva