Há dois jogos sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro, o Botafogo, que soma vinte pontos, foi ultrapassado pelo Paysandu na noite de terça-feira. O Papão derrotou o Atlético-GO por 2 a 0 e agora tem 22 pontos. Ciente de que precisa reagir rapidamente, o Glorioso tem uma bela oportunidade nesta sexta-feira, quando recebe o Sampaio Corrêa a partir das 21h50(de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), pela décima rodada.

Na visão dos jogadores do Botafogo a partida desta sexta-feira é perigosa, pois o time carioca tem a obrigação de ganhar, mas o adversário possui qualidade. O Sampaio Corrêa já esteve no G-4 da competição e tem 15 pontos, portanto, próximo da zona de classificação, hoje fechada pelo Náutico, com 18 pontos.

“O time deles não é ruim, pelo contrário, vem fazendo bons jogos nesta Série B e tem pontuação para brigar pela entrada na zona de classificação. É um adversário muito perigoso e precisamos tomar muito cuidado. Trata-se de um rival que vai procurar jogar no nosso erro, pois a iniciativa do jogo vai ser nossa pelo fato de jogarmos em casa e termos o apoio da torcida. O Sampaio Corrêa vai jogar por uma bola e não podemos deixar que isso aconteça”, analisou o zagueiro Roger Carvalho.

O volante Willian Arão pensa de maneira parecida.

“Acredito que todo jogo em casa nesta Série B é muito complicado, pois, o Botafogo sempre vai ter a proposta do jogo e a maior responsabilidade, enquanto que o adversário vai atuar mais tranquilo e esperar o momento certo para tentar ganhar em um erro nosso. Portanto, vamos precisar estar atentos para evitar que o Sampaio Corrêa possa encontrar essa bola, esse momento certo de ganhar a partida”, disse o volante.

Na visão do atacante Rodrigo Pimpão, o Botafogo vai precisar encontrar o equilíbrio certo para atacar e se defender com eficiência.

“O Botafogo tem uma grande responsabilidade nesta partida, pois precisamos fazer os três pontos e reagirmos na tabela de classificação. Mas não vamos enfrentar um adversário qualquer e isso faz a partida aumentar em dificuldade. Com certeza o Sampaio Corrêa vai tentar tirar proveito da nossa necessidade de ganhar o jogo e tentar se aproveitar de alguma possível falha para chegar ao gol. Com isso, o Botafogo vai precisar encontrar o equilíbrio para atacar sempre, pressionar o adversário, mas também sem ficar muito exposto no setor defensivo para não sofrer”, pontuou Rodrigo Pimpão.

O Glorioso terá mudanças para este jogo e, embora o técnico René Simões ainda não tenha definido o time, algumas são certas. O goleiro Jéfferson, que estava servindo à Seleção Brasileira na Copa América, e o volante Diego Giaretta, que cumpriu suspensão na derrota de 4 a 2 para o Macaé, reaparecem nas vagas de Renan e de Andreazzi, respectivamente. O lateral-direito Gilberto, que se apresentou à Seleção Brasileira para disputa dos Jogos Pan-Americanos do Canadá, fica de fora. Assim, Luis Ricardo, que vinha atuando de forma improvisada na esquerda, retorna para a direita, enquanto que o lateral-esquerdo Carleto, recuperado de uma artroscopia no joelho esquerdo, retoma a condição de titular. Com lesão muscular na coxa direita, o meia Diego Jardel fica de fora e Daniel Carvalho entra no time. O meia Fernandes será barrado provavelmente para a entrada de Lulinha.

A grande dúvida está quanto ao substituto de Bill, que rescindiu contrato alegando problemas particulares e vai jogar na Coréia do Sul. Rafael Oliveira, contratado junto ao Botafogo-PB, será titular se a sua documentação for regularizada a tempo na CBF. Do contrário, a tendência é que o jovem Vinícius Tanque ganhe uma oportunidade. Nesta quinta-feira o elenco treina pela manhã e depois começa o período de concentração.

Fonte: Yahoo! Esportes