No último dia 7, a reportagem do Superesportes publicou o interesse do Santa Cruz no empréstimo de quatro jogadores do Botafogo, fruto da negociação do lateral direito Warley com o clube carioca. No caso, o meia Marcus Vinícius, os volantes Gustavo Bochecha e Fernandes, além do atacante Lucas Campos e o volante Fernandes. No entanto, desses, apenas o último deve ser liberado pela equipe carioca.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

Em contato com a reportagem na noite desta segunda-feira, um dos integrantes do Comitê de Futebol do Alvinegro carioca, Ricardo Rotenberg, detalhou a situação, inclusive nomeando atletas diferentes em relação aos que foram pedidos pela Cobra Coral. E acrescentou que o único jogador desta primeira lista que pode ser emprestado ao Tricolor, é o atacante de lado Lucas Campos.

Conforme o dirigente alvinegro, os jogadores que o Botafogo disponibilizou à Cobra Coral foram: o zagueiro Helerson, o volante Wenderson – ambos oriundos das categorias de base – e o atacante Vinícius Tanque, mas este último foi negociado para o Cartagena, da Espanha.

“Na verdade, dessa lista aí, nós oferecemos Helerson, o Lucas Campos, o Vinícius Tanque, que acabou agora na Espanha e fez até fez gol. Nós estamos à disposição, o Santa Cruz é quem não definiu”, afirmou.

Ainda segundo Rotenberg, o meia Marcos Vinícius (ex-Náutico) acertou com o Botafogo de Ribeirão Preto. Além dele, o dirigente garantiu que o volante Gustavo Bochecha não será emprestado ao Santa Cruz. E, provavelmente, caso o novo técnico do Botafogo, Paulo Autuori, não o veja como opção, o jogador deve ir jogar em um clube de Série A.

“O Marcos Vinícius acabou indo para o Botafogo de Ribeirão Preto, e o Bochecha, com a mudança de técnico, a gente está avaliando se ele vai ficar ou não conosco”, afirmou. “Provavelmente, é capaz do Bochecha ir pra um clube da Série A. Mas não oferecemos ele. Nós também não podemos obrigar o jogador a ir para um clube. E o Santa Cruz vai jogar a Série C. E aí o Bochecha não vai, entendeu? O Bochecha, realmente, não dá. Nós pretendemos emprestar o Lucas Campos”, complementou.

Quem são os jogadores oferecidos pelo Botafogo?

Wenderson
Cria da base do Botafogo, o volante subiu para o profissional em 2018, mas sequer disputou uma partida. No ano seguinte é que o jogador de 21 anos conseguiu fazer as suas primeiras aparições. Na temporada, disputou nove jogos, sendo quatro deles pelo Brasileirão e cinco pelo Campeonato Carioca. Não marcou gols. Neste ano, disputou apenas duas partidas pelo Alvinegro, entrando no decorrer do segundo tempo. Também não balançou as redes. Inclusive, nas duas oportunidades deste ano, a equipe perdeu – contra o Volta Redonda e o Madureira, respectivamente.

Helerson
Assim como Wenderson, Helerson também é outro prata da casa do Estrela Solitária. O zagueiro começou a jogar pelo sub-20 em 2017, de onde participou de três partidas. No mesmo ano foi alçado ao sub-23. Fez quatro jogos e marcou um gol. Dois anos depois é que Wenderson ganhou sua primeira chance no time profissional do Botafogo. Disputou três partidas. Em seguida, foi emprestado para o Estoril Praia, de Portugal, para jogar com o sub-23. Ao final de 2019, teve a chance de jogar no profissional, mas fez apenas um duelo. Neste ano, não jogou.

Lucas Campos
Revelado pelo Botafogo em 2014 e chegou ao profissional em 2017 e em 2019 foi emprestado ao Nova Iguaçu e posteriormente ao Atlético de Tubarão, de Santa Catarina. Fez um gol pelo Nova Iguaçu. Esse ano, no Botafogo, fez dois jogos e não marcou gols.

Fonte: Superesportes