Bruno Corrêa, Mattos e Carlos Alberto preparam retorno. John Lennon pode voltar

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

O longo currículo de Bruno Corrêa não deixou muita expectativa no torcedor do Botafogo. O jogador de 28 anos tem passagens pelo futebol da Costa Rica, Armênia, Irã, Coreia do Norte e Emirados Árabes, mas o alvinegro é seu primeiro clube grande no país. Se ainda não conquistou a torcida, o atacante agradou Vágner Mancini em seus dois primeiros jogos.

Contra o Ceará, no Maracanã, entrou no lugar de Tanque Ferreyra, deu mais movimentação ao setor e um passe para gol. Contra o Santos, no domingo, ia bem até que sentiu um estiramento na panturrilha direita. Sem jogar desde abril, ele pagou o preço da inatividade.

O atacante agora passará por um período de recondicionamento. Contra o Atlético-MG, no domingo, sua presença é improvável. Ele está no mesmo grupo de jogadores como Carlos Alberto, que, com lesão no tornozelo direito, não joga desde o empate contra o Cruzeiro em 2 de agosto, e Marcelo Mattos. O volante fez apenas um jogo pelo Brasileiro, contra o São Paulo, na abertura da competição. Depois, passou por uma cirurgia no quadril e, em breve, poderá ser relacionado.

— O Marcelo Mattos ainda não fez um coletivo com o resto dos companheiros. Para esses jogadores (que estão em recuperação), nós vamos marcar jogos-treino para que eles possam ganhar ritmo — avisou Mancini, que deve utilizar o lateral John Lennon, que estava encostado, mas pode virar opção na ausência de Edílson.

Mandante fora do Rio

Depois do jogo com o Atlético-MG, o Botafogo enfrentará o São Paulo, na próxima quarta-feira, no Mané Garrincha. Os ingressos já estão à venda, variam de R$ 80 a R$ 200 e ajudarão o clube a quitar as dívidas com o atual elenco. Além desses jogos, o Botafogo levará para a Arena Amazonas, em Manaus, as partidas contra Corinthians, na 28ª rodada, e Flamengo. na 31ª. Em nota, o clube pediu a compreensão dos torcedores cariocas.

Notícias relacionadas