Diante de problemas financeiros, a diretoria do Botafogo ainda não teve acesso ao orçamento para 2020, mas Carlos Eduardo Pereira, VP geral e presidente em exercício, já que Nelson Mufarrej está fora do país, afirmou, na apresentação de Alexander Lecaros, no Estádio Nilton Santos, que a prévia dos números que serão apresentados são complicados.

O dirigente, contudo, afirma que o Alvinegro encontrou uma possível solução para buscar um alívio no orçamento: um grupo voltado especialmente para a captação de recursos. Farão parte deste segmento Laércio Paiva, Cláudio Good, Carlos Eduardo Pereira, Paulo Mendes e Ricardo Rotenberg.

– O orçamento para 2020 ainda está sendo concluído. Tive uma prévia dos números e são contas difíceis. Vamos ter cortar algumas coisas do clube. Mas, com isto, vimos a necessidade de aumentar as receitas do clube. Vamos incrementar esse trabalho. Estamos criando um grupo de trabalho exclusivamente para isso. A expectativa é equilibrar os números para ter um ano melhor que 2019 – afirmou.

O ex-presidente deixa claro que a expectativa do comitê de futebol, responsável pela contratação de jogadores, é buscar jovens valores a custo baixo – o próprio Alexander Lecaros, de 20 anos, que chegou sem custos vindo do Real Garcilaso-PER, é um exemplo disto. A intenção é aumentar o valor efetivo do clube sem gastar dinheiro.

– Sobre o orçamento, o comitê trabalha seriamente nisso. A expectativa, quase que em uma matemágica, é uma busca por jovens valores para colocá-los em um determinado patamar em um custo menor do que foi colocado no ano anterior, para ter um retorno desse risco que você venha a correr. Queremos mesclar com os jogadores experientes que o elenco já possui. A ideia é que a comissão técnica tenha uma equipe equilibrada, mas a decisão é sempre do comitê – analisou CEP.

Fonte: Terra