Afastado juntamente com Milton Raphael, Andreazzi, Sidney e Jeferson Paulista, o meia Cidinho, de 22 anos, lamentou a decisão da diretoria. Criado no Botafogo, o meia diz já estar recuperado das lesões e não descarta sair do clube.

– Obviamente não estou feliz, mas sou empregado do Botafogo e respeito a decisão da comissão. Acredito que eu tenho totais condições de ajudar, de ser titular do Botafogo, e é ruim ver isso se distanciando sem que eu tenha chance de mostrar em campo. Mas bola para frente. Já superei coisas muito piores. Vou tentar me motivar para reverter essa situação nos treinamentos. É o que está ao meu alcance. Já estou completamente recuperado do último problema que tive. Minha meta agora era usar os próximos treinamentos para cavar meu espaço no time. Não esperava por isso justamente nesse momento que estou bem fisicamente outra vez, é um baque, mas confio que vou dar a volta por cima e muito ainda o que falar. Espero que seja aqui no Botafogo, mas se não houver condições, eu também tenho que procurar o que seja melhor para o meu futuro – afirmou Cidinho ao site Globoesporte.com.

Fonte: Globoesporte.com