Em reunião no Conselho Técnico, os clubes aprovaram em votação por maioria o fim da venda de mando de campo em todo o Brasileiro da Série A. Anteriormente, só havia proibição nas rodadas finais. Foi uma votação por maioria.

Assim, clubes de menor porte não poderão mais transferir jogos para outras praças fora de seu Estado a não ser em casos excepcionais. Tornou-se comum que times recebam propostas para transferir os jogos para outras cidades em troca de remuneração por jogos de times com torcidas nacionais como Flamengo e Corinthians.

Outra mudança no regulamento foi relacionada à limitação de elencos. Até 2019, valia um máximo de 45 jogadores inscritos no elenco. Agora, passam a ser permitidos 40 jogadores. Mas, em compensação, a substituição de jogadores tem oito jogadores em vez de cinco como antes. A data limite é de agosto de 2020.

Fonte: Blog do Rodrigo Mattos - UOL