Pavoroso

Mais uma vez, o Botafogo impressiona não pela derrota em si, mas pela atuação pavorosa em que só se vislumbrou algo de bom na segurança de Jefferson e, em raros momentos, nas jogadas de Pimpão. O árbitro errou na expulsão de Arão, mas isso não justifica a omissão e a apatia. O meio-campo é o setor mais carente e jogadores como Tomas e Lulinha impressionam pela ruindade. René, tão elogiado antes, atravessa um mau momento. O time perdeu a pegada e o padrão de jogo.

Fonte: Coluna do Marcio Guedes - O Dia Online