A paralisação do futebol brasileiro causará um grande prejuízo em todos que estão envolvidos no esporte. Comerciantes no entorno do estádio, patrocinadores dos clubes e até mesmo Keisuke Honda. Isso mesmo.

É que o japonês recebe com um contrato de produtividade e a ausência de jogos fará com que o camisa 4 recebe o seu piso salarial: R$ 150 mil. Com a soma de partidas ele teria um aumento significativo, mas terá que esperar o retorno aos gramados para receber uma grana mais alta.

Fonte: UOL