Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Com necessidade de marcar dois gols no Ceará, Botafogo vê seca de gols no ataque

0 comentários

Compartilhe

Para conquistar a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil, o Botafogo terá que derrubar um retrospecto recente e preocupante. Após perder o jogo de ida por 2 a 1, o time terá que vencer o Ceará, nesta quarta-feira, no Castelão, marcando no mínimo dois gols. A missão não é impossível, mas o problema é que, nos 11 últimos jogos, só uma vez o time comandado por Vagner Mancini conseguiu fazer dois gols numa partida — na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense , pelo Brasileiro. Outro ponto negativo é a seca de gols dos jogadores de ataque.

Foi justamente no clássico com o Tricolor, no último dia 17 de agosto, que um atacante alvinegro balançou as redes pela última vez. Entretanto, o paraguaio Zeballos, que marcou o segundo gol naquela partida, não deverá enfrentar o Ceará. Ontem, o jogador sequer treinou no Engenhão — segundo Vagner Mancini, devido a uma estafa muscular.

Sem Bruno Correa, que se recupera de um estiramento na panturrilha direita, e Rogério, suspenso, o treinador terá à disposição quatro jogadores que não marcam há um bom tempo. Emerson e Wallyson não balançam as redes desde maio. Ferreyra amarga um jejum desde março. E Yuri Mamute ainda não fez gol com a camisa alvinegra.

Quem vem garantindo os placares magros do Botafogo são jogadores de outros setores. Os apoiadores Bolatti e Ramírez deixaram suas marcas recentemente. Já o lateral Edílson tem três gols — dois pelo Brasileiro e uma pela Copa do Brasil — e o meia Daniel é o artilheiro da equipe no Brasileiro, com cinco gols, sendo o último o golaço que garantiu a vitória de domingo sobre o Santos. O jovem de 20 anos, por sinal, minimizou a seca do ataque e os poucos gols marcados pelo time

— Temos criado muitas oportunidades. Condições de conseguir a vaga, nós temos. Precisamos apenas aproveitar as chances criadas — frisou.

Comentários